Skip navigation

I have a bad feeling about this”, pensou.

O meu coração sobressalta-se, preciso escrever, escrever. É perigoso quando escrevo por pura necessidade. As verdades são mais nítidas, nada é fantasiado, não há personagens, não há enredos, não há segredos fechados em baús. E estou profundamente, profusamente triste. Confusamente emocional.

What else is new”, perguntou-se.

Quem me dera poder mudar, já o disse tantas vezes. Sem conta, peso e medida, mudar somente. Há no mundo um anjo imaginário em forma de mulher, só para mim. Começo a duvidar. Nesses mesmos momentos, quem me dera que fosse outro, não eu.

This is a happy end,

‘cos you don’t understand

everything you have done…

Why’s everything so wrong?

E o trombone soa feliz, apesar de tudo…

Advertisements

One Comment

  1. Les hommes qui croient réellement en eux-mêmes sont tous dans des asiles d’aliénés.
    [Gilbert Keith Chesterton]


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: